Voltar

Conheça as características das espécies de capim brachiaria

  • Sementes
  • Publicado em 16/03/2018

O capim brachiaria foi introduzido no Brasil como forrageira e é um dos mais populares no país. Esse capim tem grande número de espécies, cada um com qualidades específicas. Para te ajudar a escolher o tipo ideal para sua propriedade, selecionamos abaixo as principais características das espécies de capim brachiaria.

Espécies de capim brachiaria

• Brachiaria Brizantha

O capim Brizantha é indicado na produção para pastejo e possui boa adaptação em solos arenosos de média fertilidade, produção de forragem de melhor qualidade, maior acúmulo de folhas, melhor desempenho animal em relação ao capim-xaráes e capim-marandu, maior tolerância à umidade que o capim-marandu e maior resistência a cigarrinhas-das-pastagens (Deois e Notozulia).

• Brachiaria Decumbens

O capim Decumbens possui ciclo vegetativo perene e forma de crescimento decumbente. Adapta-se bem a solos de média a baixa fertilidade, requer precipitação anual em torno de 1000 mm, apresenta média resistência ao frio, boa tolerância a sombreamento, baixa tolerância a solos encharcados e é altamente susceptível à cigarrinha das pastagens.

• Brachiaria Humidicola

Outra das espécies de capim brachiaria é o capim Humidicola, gramínea tropical, apomítica, perene e de crescimento semi-ereto a prostrado. O Humidícola vegeta muito bem no período seco, é tolerante à cigarrinha-das-pastagens e o estabelecimento pode ser feito por semente ou por mudas.

• Brachiaria Lianero

O capim Lianero, caracterizada pelo ciclo perene, é semi-ereta a prostrada, estolonífera e rizomatosa, tem de 40 a 90cm de altura e estolões compridos de cor púrpura com pilosidade de cor branca. A gramínea adapta-se bem a solos ácidos e de baixa fertilidade, é tolerante a seca, se recupera bem depois de queimadas e tem boa tolerância à cigarrinha-das-pastagens.

• Piatã

Entre as espécies de capim brachiaria, o capim Piatã se caracteriza por ser ideal para solos de média e boa fertilidade das zonas tropicais brasileiras. Ele permite a recuperação das plantas e a produção de forragem de boa qualidade no final do período das chuvas e possui mais resistência às cigarrinhas típicas de pastagens que o capim-xaraés.

• Ruziziensis

O capim Ruziziensis é uma gramínea perene, estolonífera, composta por rizomas curtos, talo piloso, folhas lanceoladas, de cor verde amarelada, inflorescência em forma de raques em fita e plana. É recomendado para pastoreio direto, fenação ou formação de palhada para plantio direto de culturas anuais, como soja e milho.

• Xaraés

O capim Xaraes é uma gramínea perene, poliploide de reprodução apomítica, podendo ter cinco conjuntos de cromossomos e alcançando excelente vigor vegetativo e alta produtividade. Ele possui ampla adaptação edafoclimática e pode ser recomendada para regiões com 4 a 5 meses de seca e com precipitações de mais de 3.000 mm anuais. Se adapta a solos ácidos e arenosos, vegeta muito bem em solos arenosos, se destaca em produções de solos com média e alta fertilidade e possui boa adaptação a solos de má drenagem.

Tem mais dúvidas? Confira nossa página de Informativos e fale com nossa equipe pelo site ou pelo número (62) 3291-7788.