Voltar

Saiba mais: dicas para o manejo de capim no outono

  • Solo e Preparo
  • Publicado em 08/03/2018

O segredo para manter o bom desempenho dos animais é fazer o manejo adequado da pastagem. Para cada período, o produtor deve seguir uma estratégia que garanta o bom desempenho da pastagem durante o ano, respeitando as características e tendências do clima. Pensando nisso, explicamos a seguir características e dicas para o manejo de capim no outono.

Manejo de capim no outono: características do período

Normalmente, no outono o capim cresce a metade do que no verão. Por isso, é fundamental que o produtor fique atento às mudanças climáticas e siga as recomendações de pesquisas e especialistas para fazer o correto manejo de capim no outono e manter a boa produção.

Leia abaixo e entenda quais as práticas mais importantes para garantir bons rendimentos nesse período.

Dicas para realizar o manejo de capim no outono

• Carga na pastagem
Durante o outono, é importante diminuir a carga na pastagem, escolhendo quais animais devem ser retirados do pasto. A dica é vender os bois que atingiram o peso de abate e as vacas que não empenharam. Para os animais que estão próximos do peso para abate, a recomendação é usar suplementação alimentar.

• Número de animais por hectare
O número de animais que a forrageira suporta depende do tipo de forrageira. Capins Mombaça e Tanzânia suportam 3 unidades animal (UA = 450 quilos) no período do outono, enquanto as braquiárias suportam 1 unidade animal.

Para conhecer melhor as características de cada capim, leia este texto.

• Adubação e vedação
A primeira ação deve ser a adubação do pasto com ureia, o que irá promover maior acúmulo de forragem. Em seguida, no caso de braquiárias, tiftons, capins estrela e massai, é recomendado vedar os pastos, não deixando os animais entrarem.

Para garantir o sucesso da pastagem e da produção animal, atente-se à qualidade da forrageira e do pasto em sua fazenda. Para sementes de alta qualidade com ótimos preços, acesse o site da Sementes SantaFé ou entre em contato pelo número (62) 3291-7788.